Hoje iremos honrar o nome de Tina Bell líder do Bam Bam, banda pioneira do grunge na década de 1980.

Já falamos por aqui sobre as mulheres negras que foram fundamentais para a história do rock, mas foram esquecidas ou apagadas da história da música. Nomes como Sister Rosetta Tharpe, Big Mama Thornton e Lady Bo são peças importantes no quebra-cabeças das origens do rock, mas elas não são as únicas.

Junto com o Bam Bam, Tina Bell gravou um dos primeiros álbuns do que viria a ser considerado grunge, ao lado de Matt Cameron, futuro baterista do Soundgarden, Temple of The Dog e Pearl Jam. A sua banda foi referência para nomes como Green River, Fartz e Accused.

Tina Bell
Tina Bell

A banda foi fundada em Seattle em 1983 pelo guitarrista Tommy Martin, além de Tina Bell nos vocais, a banda ainda contava com Matt Cameron na bateria e Scotty Buttocks no baixo. Tina foi uma das primeiras mulheres negras a liderar uma banda de punk/grunge e hard rock.

Em 1984 eles lançaram o EP “Villains (Also Wear White)”, produzido por Chris Hanzsek, considerado o primeiro álbum grunge de Seattle e um dos primeiros álbuns grunge da história (Fonte: Billboard Magazine Sept 17,2011). Eles gravaram o EP na Reciprocal Recording, estúdio que posteriormente ficaria famoso com a gravação do primeiro álbum do Nirvana, Bleach (1989), sob o selo da Sub Pop, a casa do rock alternativo nos anos 1990. Com ajuda de alguns alguns amigos eles também conseguiram produzir o videoclipe de “Ground Zero”, em uma época em que videoclipes não eram feitos com muita frequência.

Infelizmente existem poucos registros da banda ao vivo e o seu EP original é muito difícil de ser encontrado. Você pode ouvir alguns álbuns da banda no site da Buttocks Productions, produtora de Scott Ledgerwood (atualização: ouça os álbuns no Spotify). Em 2010 algumas fitas de gravações originais do Bam Bam foram encontradas em um porão e novos lançamentos foram anunciados, mas nada apareceu. Recentemente foi anunciado o lançamento de um single novo na página da banda.

O som que o Bam Bam fazia na metade dos anos 1980 abriu espaço para bandas como o Nirvana e o Alice in Chains nos anos 1990. Inclusive, Kurt Cobain era roadie do The Melvins quando a banda abria os shows para o Bam Bam nos anos 80.

Bam Bam  Rock Band from Seattle photo 1990

Bam Bam - Formação original
A formação original do Bam Bam. Da esquerda para a direita: Matt Cameron, Tommy Martin, Tina Bell e Scotty Buttocks. Foto: John “Hempfest Santa” Seth.

O Bam Bam chegou a tocar com bandas grandes no começo dos anos 1990 como o Faith No More, mas nunca conseguiu alcançar o merecido sucesso. Eles ficaram marcados como “A banda que deveria ter sido…”.

Ao lado de seu marido Tommy Martin, Tina Bell sofreu com o preconceito, racismo e machismo que impediram o sucesso de sua banda e o seu devido reconhecimento. Uma mulher negra liderando uma banda punk/hard rock não era algo muito comum na época. E ela sofreu resistência tanto da audiência quanto das gravadoras, que rejeitavam uma banda liderada por uma mulher negra.

Tina Bell era até comparada erroneamente com Tina Turner, mesmo que o seu trabalho não tivesse nada a ver com o dela. Para a maioria das pessoas se você é uma mulher negra, só pode fazer uma coisa na vida e parece que punk/hard rock não entrava na lista limitada de possibilidades. Tentando se livrar dos rótulos de seu país de origem, a banda tentou a sorte na Europa excursionando por Londres, mas também não conseguiram estourar por lá.

Tina Bell
Tina Bell. Foto: Mike Patnode.

Nascida Tina Marie Bell em Seattle, no dia 5 de fevereiro de 1957, ela veio de uma família grande. Em 1979 ela teve um filho com Tommy Martin, T.J. Martin, e se casou com o guitarrista. Seu filho viria a trabalhar com cinema e recebeu um Oscar em 2012, pelo seu documentário Undefeated (2011).

O nome “Bam Bam”, surgiu da mistura dos sobrenomes de Tina e Tommy, que formou a banda e a chamou para ser vocalista nos anos 1980. Ao longo dos anos o Bam Bam passou por várias formações, alguns ex-membros do grupo encontraram o sucesso depois que deixaram a banda, como o já citado Matt Cameron, que ficou no grupo entre 1983 e 1984. O Bam Bam acabou se separando em 1993, Tina e Tommy ficaram juntos por um tempo, até se separarem e Tommy seguir com sua carreira em outra banda.

Tina Bell morreu em 10 de outubro de 2012, aos 55 anos, sem receber o devido reconhecimento pelo seu trabalho.

Para saber mais sobre Tina Bell e o Bam Bam siga a página deles:

facebook.com/Bam-Bam-113795031991834/
facebook.com/Tina-Bell-163445243723206/

O single Ground Zero é um dos poucos registros em vídeo da banda:

Bam Bam – Show Me What You Know:

Mais alguns previews dos singles do Bam Bam de Tina Bell:

Ouça o Bam Bam no Spotify:

Fotos de Tina Bell e do Bam Bam:

Este slideshow necessita de JavaScript.

*Post atualizado em 30/10/2017, com referências da revista Billboard.

Saiba mais sobre bandas pioneiras:
Pure Hell: os pioneiros do punk
O punk antes do punk com a banda Death
The Veldt: os pioneiros do shoegaze que você precisa conhecer

Saiba mais sobre a história das mulheres negras no rock:

Mulheres Negras no Rock: Parte 1 – De Sister Rosetta Tharpe ao esquecimento.
Mulheres Negras no Rock: Parte 2 – Tina Turner, Odetta e os anos 1960.
Mulheres Negras no Rock: Parte 3 – Betty Davis e os anos 70.
Mulheres Negras no Rock: Parte 4 – Poly Styrene e o punk rock.
Mulheres Negras no Rock: Parte 5 – Grace Jones e as cantoras dos anos 80.
Mulheres Negras no Rock: Parte 6 – De Lisa Fischer ao rock alternativo dos anos 90.
Mulheres Negras no Rock: Parte 7 – Tamar-kali e a renovação nos anos 2000.
Mulheres Negras no Rock: Parte 8 – Britanny Howard e os novos nomes.
Mulheres Negras no Rock: Parte 9 – Lady Bo e as guitarristas.

Mulheres Negras no Rock: Parte 10 – Mahmundi e as brasileiras.
As Mulheres Negras no Rock em 50 canções.

Fontes:
https://www.facebook.com/Tina-Bell-163445243723206/
https://www.facebook.com/Bam-Bam-113795031991834/
http://www.thestranger.com/seattle/undefeated-for-real/Content?oid=12925727
http://www.buttocksproductions.com/BamBamSeattle/

http://bambam-influencial-band-1984tapes.blogspot.com.br/
Revista Billboard: Set 17, 2011.