10 séries com mulheres negras como protagonistas

Categorias Destaque, Seriados
Mulheres Negras Protagonistas - Série Insecure

Quando Viola Davis foi a primeira atriz negra a ganhar o prêmio Emmy de Melhor Atriz em Série Dramática, em 2015, pelo seu papel como Annalise Keating em How To Get Away With Murder, ela fez um poderoso discurso e disse: “A única coisa que diferencia as mulheres negras de qualquer outra pessoa é a oportunidade”. E é a mais pura verdade, séries com protagonistas negras representam um número muito pequeno em comparação com o volume de séries e produções lançadas todo ano no mundo.

É muito legal quando podemos ver pessoas como nós na tela, longe do ideal plastificado que a mídia nos vende todo dia. Pensando nisso, selecionei dez séries com mulheres negras como protagonistas que vão do humor ao drama com maestria, demonstrando que podemos sim buscar um espaço que nos é merecido, se sentindo representadas na cultura pop e deixando vários estereótipos de lado. As protagonistas dessas séries são mulheres reais com questionamentos, problemas, sexualidade, objetivos e dramas pelos quais muitos de nós passamos.

Veja abaixo 10 séries com mulheres negras como protagonistas que todo mundo deveria conhecer:

Being Mary Jane

Being Mary Jane - Mulheres Negras

Mary Jane Paul (Gabrielle Union) é uma mulher solteira e bem sucedida que vive em Atlanta, Georgia. Muito bem resolvida com a sua sexualidade, ela trabalha como apresentadora em um talk show em que fala o que acredita abordando assuntos da comunidade negra. Apesar de bem resolvida ela ainda está buscando se acertar na vida amorosa e tem que lidar com os problemas da sua família. Being Mary Jane mostra a mulher negra lidando com a vida profissional e pessoal, com as suas amizades e escolhas.

A série foi uma das primeiras do canal americano BET (Black Entertainment Television), o primeiro canal voltado especialmente para o público negro da TV americana, ela estreou em 7 de janeiro de 2014 e já conta com quatro temporadas.

Scandal

Scandal - Mulheres Negras

Scandal conta a história de Olivia Pope (Kerry Washington), uma ex-consultora de comunicações da presidência que, após sair de sua função, funda a sua própria empresa a Pope & Associates, especializada em abafar os “escândalos” da elite de Washington. Olivia tem que lidar com os problemas da sua profissão ao mesmo tempo em que a sua vida pessoal também se mistura com o seu trabalho. A série tem vários pontos positivos como colocar uma mulher negra dominando o centro do poder americano e sendo dona da sua própria empresa.

Scandal é produzida por Shonda Rhimes, estreou em 2012 pelo canal ABC e tem seis temporadas (com a sétima temporada já confirmada). Aqui no Brasil ela é transmitida pelo canal Sony, mas também está disponível na Netflix, não tem desculpa pra não ver.

How to Get Away With Murder

How To Get Away With a Murder - Mulheres Negras

Em How to Get Away With Murder Annalise Keating (Viola Davis) é uma advogada e professora universitária de Direito em uma universidade da Filadélfia, que forma um grupo de cinco alunos que se destacam para trabalhar com ela nos casos dos seus clientes.

É a série que deu um Emmy de Melhor Atriz em série dramática para Viola Davis e se destaca pelo seu elenco diversificado e pela trama de Annalise, uma personagem que está longe de ser a heroína, mas que também tem o seus motivos para ser como é.

A série também é produzida por Shonda Rhimes de Grey’s Anatomy e Scandal e já conta com a quarta temporada confirmada, aqui no Brasil é transmitida pelo canal Sony e também está no catálogo da Netflix.

Insecure

Insecure - Mulheres Negras

Insecure é uma série da HBO escrita, produzida e protagonizada pela comediante Issa Rae e narra as desventuras de Issa Dee (Issa Rae) e Molly (Yvonne Orji), duas mulheres negras chegando na casa dos trinta, mas ainda cheias de dilemas e inseguranças.

A série trata de questões como a solidão da mulher negra, carreira, sexualidade e objetivos com muita leveza, bom humor e uma trilha sonora excelente, além de ser produzida por uma autora negra talentosa.

Leia a resenha completa da série.

Insecure estreou no segundo semestre de 2016 e já tem uma segunda temporada confirmada e merece uma conferida, você também vai se apaixonar pelas personagens.

Chewing Gum

Chewing Gum - Mulheres Negras

Chewing Gum é uma premiada série de comédia britânica, protagonizada e escrita pela talentosa Michaela CoelTracey Gordon (Michaela Coel), é uma jovem de 24 anos religiosa e criada pela mãe que, apesar de estar noiva e namorar um rapaz chamado Ronald (John McMillan) há seis anos, não tem a menor ideia do que é sexo, mas acha que está pronta para dar esse passo importante na sua vida e perder a virgindade.

Temos o ponto de vista de uma jovem da periferia de Londres que vai atrás dos seus sonhos, mesmo sem saber muito bem o que é, e toma as rédeas da sua vida. Sem falar que ela é muito engraçada e divertida no ponto certo.

Leia a resenha completa da série.

A primeira temporada de Chewing Gum está disponível na Netflix e a segunda temporada já está passando no E4, o seu canal de origem.

Crazyhead

Crazyhead - Mulheres Negras

Crazyhead é protagonizada por duas garotas Amy (Cara Theobold) e Raquel (Susan Wokoma), duas mulheres com os seus vinte e poucos anos que, devido a suas habilidades paranormais, caçam demônios e se envolvem em vários problemas. O grande destaque da série é a personagem de Susan Wokoma, uma mulher negra gordinha e muito bem resolvida, que arranja tempo para caçar demônios e fazer pilates no mesmo dia e carrega a série com o seu carisma.

Leia a resenha completa da série.

Uma das qualidades da série é o fato de não vermos muitas mulheres negras protagonistas em séries desse gênero. Crazyhead está disponível na Netflix e garante boas risadas com uma história muito boa.

Queen Sugar

Queen Sugar - Mulheres Negras

Queen Sugar foi criada, produzida e dirigida pela cineasta Ava Duvernay, a série é baseada no romance de Natalie Baszlie e é exibida no canal OWN (Oprah Winfrey Network, isso mesmo a rede de TV da Oprah). Acompanhamos a história de três irmãos: Nova Bordelon (Rutina Wesley), Charley Bordelon West (Dawn-Lyen Gardner) e Ralph Angel Bordelon (Kofi Siriboe), com vidas bem diferentes, que se reúnem para cuidar de uma fazenda de cana-de-açúcar, herança deixada pelo pai dos três.

A produção tem uma primeira temporada com 13 episódios e uma segunda temporada já confirmada.

The Level

The Level - Mulheres Negras

The Level acompanha a detetive Nancy Devlin (Karla Crome), que vive uma vida dupla como policial ao mesmo tempo em que tem uma relação muito próxima com o mundo do crime. Sua amiga de infância Hayley (Laura Haddock), é filha do empresário Frank Le Saux (Philip Glenister), que serviu de mentor para ela, mas que também é um traficante de drogas, a quem Nancy protege. Quando Frank é assassinado, ela começa correr o risco de ter sua relação com o criminoso descoberta.

A série tem seis episódios e pertence ao canal britânico ITV.

Pitch

Pitch - Mulheres Negras

Em Pitch Ginny Baker (Kylie Bunbury ) é a primeira mulher escalada para um time da liga Major League de baseball. Ela precisa lidar com o preconceito e o assédio da mídia enquanto tenta provar para si mesma que está preparada para o posto.

A série é da Fox e estreou em setembro do ano passado com dez episódios e um piloto muito bem avaliado pela crítica.

Antônia

Antônia - Mulheres Negras

E por último, mas não menos importante, a série Antônia exibida pela TV Globo entre 2006 e 2007, marcou época e contou a história de quatro amigas da periferia de São Paulo que batalhavam para trazer de volta o seu grupo de RAP chamado “Antônia”, enquanto tinham que lidar com o dia a dia da periferia e as lutas e conquistas diárias. Protagonizada pelas cantoras Negra Li, Leilah Moreno, Quelynah e Cindy Mendes a série, baseada no filme de mesmo nome, tratava da resistência dessas mulheres que enfrentavam o machismo e o racismo da sociedade, enquanto tentavam vencer na vida como mulheres negras da periferia.

Uma pena que mais séries como essa não foram produzidas de lá pra cá na TV brasileira, contam-se nos dedos quantos trabalhos assim ganham destaque por aqui. É só perceber por onde andam algumas protagonistas da série, Quelynah amargou um longo período afastada da carreira artística por falta de oportunidades. Infelizmente esse espaço na TV brasileira ainda precisa ser conquistado.

Sou formada em Artes Visuais, apaixonada por arte, música, livros e HQs. Editora nos blogs “Las Pretas” e “Sopa Alternativa”, também colaboro com o “Delirium Nerd” e “Blogueiras Negras”.

2 ideias sobre “10 séries com mulheres negras como protagonistas

  1. Sem esquecer a maravilhosa Diahann Carroll Jonhson como a enfermeira Julia Baker, a ser a primeira negra a protagonizar um seriado nos anos 1960 e a atriz Nichole Beharie como a policial em Sleepy Hollow.

    1. Não conhecia a Diahann Carroll Jonhson, vou pesquisar mais sobre ela, obrigada pela menção. Sobre a Nichole Beharie, não coloquei o nome dela porque achei que a série focava mais no Ichabod Crane (pelo menos na primeira temporada que eu assisti), mas vale a menção sim! Obrigada pelo seu comentário.

Deixe uma resposta