Born To Be Blue: Ethan Hawke encarna Chet Baker em cinebiografia

Categorias Cinema
Born To Be Blue - Ethan Hawke - Chet Baker
Born To Be Blue
Born To Be Blue

Born To Be Blue (2015) remonta um breve período da vida do músico Chet Baker, encarnado quase a perfeição por Ethan Hawke. O filme foi dirigido por Robert Budreau, remontando o momento em que Chet perde os seus dentes após uma agressão e tem que se reinventar como músico e como pessoa, tentando se livrar do vício em heroína e construindo uma vida ao lado da atriz Jane (Carmen Ejogo).

O filme retrata a dificuldade do músico e a sua luta contra as drogas, ao mesmo tempo em que ele tenta não abandonar a música e tudo aquilo que o torna especial. Ele também revisita o passado de Baker e as suas decisões na vida. Quando ele vai rever a sua família e tem uma conversa com seu pai, que não acredita que o filho possa se reerguer e mudar o seu comportamento, percebemos algumas das fissuras que levaram o músico a se envolver com as drogas.

A rixa entre Chet Baker e Miles Davis, outro grande nome do jazz na época, também está presente no filme, além da desconfiança dos donos de gravadoras em investir novamente em Baker, após tantas polêmicas e problemas. Tudo isso é emulado de maneira convincente pela dupla principal Ethan Hawke e Carmen Ejogo, que encarna a cumplicidade e dedicação de uma mulher que acaba deixando a sua carreira de lado para ficar com um homem problemático e instável, mas que também sabe impor os seus limites.

Leia também:
Caindo na Real
Boyhood: da infância à juventude

Um dos melhores momentos do filme é sem dúvida a interpretação de Ethan Hawke para a música “My Funny Valentine”. O ator, que também é músico e já andou cantando em outros filmes, entrega tudo o que essa música é. Sendo impossível não ficar paralisado ouvindo a voz de Hawke emular os sentimentos que essa canção evoca.

Born To Be Blue - Ethan Hawke e Carmen Ejogo.
Born To Be Blue – Ethan Hawke e Carmen Ejogo.

Além de “My Funny Valentine”, também temos uma versão da música que dá nome ao filme: “Born To Be Blue”. Essa ainda mais pesada e crucial nas decisões que se seguem no filme. Se em “My Funny Valentine” ele crava a sua volta e simboliza o seu breve renascimento, em Born To Blue ele cimenta o seu destino e as suas decisões que o afetariam para o resto da sua vida. Tudo isso mostrado lindamente, deixando aquele gosto amargo na boca depois de tudo o que vimos no filme.

A interpretação de Hawke era digna de várias indicações nas principais premiações do gênero, mas estranhamente o filme passou despercebido pelos circuitos cinematográficos. Se você é fã de Chet Baker, não vai ficar decepcionado com esse filme e se não conhece o músico é uma boa forma de começar a conhecê-lo.

Veja o trailer de Born To Be Blue:

Ethan Hawke – My Funny Valentine:

Ethan Hawke – Born To Be Blue:

Ouça a trilha original do filme Born To Be Blue:

Sou formada em Artes Visuais, apaixonada por arte, música, livros e HQs. Editora dos blogs Las Pretas e Sopa Alternativa.

Deixe uma resposta