Everything Sucks!: a nostalgia dos anos 90 e a trilha sonora

Categorias Seriados, Trilhas Sonoras
Everything Sucks

A série Everything Sucks! estrou em fevereiro na Netflix, mas acabou passando despercebida pela maioria do público.

Pegando carona na onda do revival de décadas passadas e seguindo a linha de Stranger Things e GLOW, a série tinha tudo para despertar a memória de uma geração que cresceu nos anos 1990 e hoje em dia está na casa dos trinta e poucos, além de atingir um público mais jovem que se identificaria com os temas abordados na série.

Para quem cresceu assistindo séries dos anos 1990 como Blossom, Everything Sucks parece bem familiar, mas talvez não seja o caso do público mais jovem.

Além das muitas referências musicais e visuais da década, a série também reproduz o clima dos anos 90 com walkmans, figurinos e trotes pelo telefone. Além da eterna inadequação e rebeldia adolescente, misturada com o sonho de ser melhor do que os nossos pais.

A série tem uma trilha sonora que parece ter sido tirada direto do walkman de um jovem da época e que a toda hora aparece para nos lembrar do que rolava nas rádios. Parece até que criaram a série só para usar a mixtape de alguém nos episódios.

Everything Sucks! se passa em 1996 e começa com o calouro Luke (Jahi Winston) convidando a veterana Kate Messner (Peyton Kennedy) para sair, a princípio parece ser mais uma dessas histórias clichê em que o novato tenta se adequar a nova vida no colégio, mas a série já nos mostra logo de cara que não é bem isso.

A relação entre Luke e Kate acaba evoluindo de outra forma, assim como a própria Kate evolui ao longo dos episódios de menina desajustada e insegura para alguém que descobre quem realmente é.

Leia também:
GLOW: ouça a trilha sonora da série
A trilha sonora de Stranger Things

A relação dos pais de Kate e Luke também é uma das melhores coisas da série, mostrando que os adultos também tem os seus dilemas e inseguranças, além de ser bem bonitinha. Os outros personagens coadjuvantes da série também merecem destaque.

Everything Sucks é uma serie totalmente despretensiosa, que toca em temas importantes como a descoberta da sexualidade na adolescência sobre o ponto de vista de uma menina lésbica. Eu comecei a assistir ela sem esperar nada e acabei totalmente envolvida com a vida daqueles adolescentes irritantes e suas famílias.

Também não há como negar que a trilha sonora é parte fundamental em Everything Sucks! e tem até uma playlist feita pela Netflix que você pode ouvir aqui:

Pensando nesse elemento principal, fiz uma lista de videoclipes com as bandas que se destacaram nessa mixtape nostálgica. Se você já assistiu a série e se pegou pensando de quem era aquela música que tocou no episódio tal, confira algumas bandas que fazem parte da trilha sonora da série.

Aproveite para matar a saudade dos videoclipes da época ou conhecê-los (dependendo da sua idade), afinal não existe coisa mais anos 90 do que ficar assistindo videoclipes, e veja também o tracklist dos episódios.

The Mighty Mighty Bosstones – The Impression That I Get:

Spacehog – In the Meantime:

Oasis – Don’t Look Back In Anger:

Oasis – Wonderwall:

Blues Traveler – Run-Around:

Spin Doctors – Two Princes:

Nada Surf – Popular:

Rancid – Time Bomb:

Tori Amos – Cornflake Girl:

Elastica – Connection:

Deep Blue Something – Breakfast At Tiffany’s:

Ace of Base – Beautiful Life:

The Verve Pipe – The Freshmen:

The Cardigans – Lovefool:

Duran Duran – Ordinary World:

Tracklist dos episódios de Everything Sucks!:

S1 · E1 · Plutonium

The Impression That I Get – THE MIGHTY MIGHTY BOSSTONES
Whoomp! There It Is – TAG TEAM
In the Meantime – SPACEHOG
Run-Around – BLUES TRAVELER
Don’t Look Back In Anger – OASIS

S1 · E2 · Maybe You’re Gonna Be the One That Saves Me

Re-Feel-It – BETTIE SERVEERT
Wonderwall – OASIS
Two Princes – SPIN DOCTORS
Love Is Everywhere – CICERO
I Could Have Loved You – THE PEECHEES
Don’t Take It Personal (Just One of Dem Days) – MONICA
All 2 Myself – DIANA LEE
Don’t Look Back In Anger – OASIS

S1 · E3 · All That and a Bag of Chips

Kitty – THE PRESIDENTS OF THE UNITED STATES OF AMERICA
Popular – NADA SURF
Don’t Take It Personal (Just One of Dem Days) – MONICA
Til I Hear It from You – GIN BLOSSOMS
Just a Dream – TALULAH GOSH
Fire Water Burn – BLOODHOUND GANG
Talulah Gosh – TALULAH GOSH

S1 · E4 · Romeo & Juliet in Space

Take It Like a Man – THE OFFSPRING
All 2 Myself – DIANA LEE
Time Bomb – RANCID
Supreme Nothing – TIGER TRAP
Rocket Man – ELTON JOHN
Pink Triangle – WEEZER

S1 · E5 · What the Hell’s a Zarginda?

Devotion – CHARIZMA & PEANUT BUTTER WOLF
Here Comes the Hotstepper – INI KAMOZE
Rocket Man (I Think It’s Going to Be a Long, Long Time) – ELTON JOHN

S1 · E6 · Sometimes I Hear My Voice

Someone You Love – POPGUNS
Silent All These Years (Remastered) – TORI AMOS
Cornflake Girl – TORI AMOS
Broken Heart – DJ PETI

S1 · E7 · Cheesecake to a Fat Man

Breakfast at Tiffany’s – DEEP BLUE SOMETHING
Anenome – THE BRIAN JONESTOWN MASSACRE
Sforzando! – SEBADOH

S1 · E8 · I Just Wanna Be Anybody

Leave Them All Behind – RIDE
Beautiful Life – ACE OF BASE
Connection – ELASTICA
London, England – CORDUROY

S1 · E9 · My Friends Have Been Eaten by Spiders

Real Love – MARY J. BLIGE
Season of Suffering – JAILHOUSE

S1 · E10 · We Were Merely Freshmen

The Freshmen – THE VERVE PIPE
The All-Consumer – VELOCITY GIRL
Lovefool – THE CARDIGANS
Ordinary World – DURAN DURAN
In the Meantime – SPACEHOG
Wishin’ You Were Here – LONDON

Sou formada em Artes Visuais, apaixonada por arte, música, livros e HQs. Editora dos blogs Las Pretas e Sopa Alternativa.

Deixe uma resposta