Cigarettes After Sex: o amor traduzido em 5 canções

Categorias Música

O Cigarettes After Sex é uma banda conhecida por ser altamente viciante. Se você ouvir uma vez qualquer canção do grupo talvez nunca mais deixe de se deliciar com todo esse romantismo. A banda de Greg Gonzalez vem fazendo sucesso com as suas canções de dormir, fazer amor ou apenas enlouquecer.

Realmente não tem como não se encantar na primeira vez em que se ouve essa mistura de shoegaze e slow pop com amor e noites apaixonadamente mal dormidas.

Em toda a minha vida eu nunca achei que fosse gostar tanto de cigarro e eu nem fumo…

Porque me viciei no Cigarettes After Sex (Cigs para os mais íntimos), resolvi selecionar cinco canções que são a droga mais forte e mais deliciosa que você vai consumir pelos ouvidos e que podem ser consideradas a mais pura tradução de como o amor e a loucura devem soar na calada da noite.

Nothing’s Gonna Hurt You Baby:

É a porta de entrada para o vício e drogas mais pesadas. Nothing’s Gonna Hurt You Baby foi a música que viralizou no Youtube no final de 2015 e levou o Cigarettes After Sex ao sucesso, esgotando ingressos nas casas noturnas do Brooklyn em NY. Se você ainda não conhece a banda sugiro que você comece com essa por sua conta e risco.

Affection:

Talvez o single de maior sucesso do Cigs, já tem mais de 30 milhões de visualizações no Youtube. A mais pura forma de demonstrar a sua afeição por alguém ou sofrer calado… Você escolhe.

Apocalypse:

“Your lips
My lips
Apocalypse…”

Preciso dizer mais alguma coisa? Apocalypse é o fim do mundo em forma de canção, a paixão e o sexo em seu estado mais puro. Sempre que ouço essa música me pego cantando o refrão e achando que se o mundo acabasse agora não faria diferença.

Each Time You Fall In Love:

Presente no primeiro álbum homônimo da banda, lançado recentemente, o grupo só havia liberado alguns EPs até então. Ela realmente é tudo o que o seu título diz, toda vez que você apaixona parece não ser suficiente, você tem que ir lá e quebrar a cara de novo. Nós nunca aprendemos…

Please Don’t Cry:

Please Don’t Cry não aparece em nenhum EP específico da banda e parece ser da fase em que o grupo era só um projeto solo de Greg Gonzalez. Ela já mostrava a tendência de Gonzalez para o sofrimento. Depois de me viciar no Cigs e passar por todos os estágios da paixão, amor e loucura, ele ainda consegue me fazer sentir como se tudo não passasse de uma noite qualquer e se despede com essa canção que soa mais como um coração partido e um adeus.

“Please don’t cry my love
Goodbye…”

P.S. Não está aparecendo preview do vídeo, mas ele está funcionando sim.

Para saber mais sobre a banda: Cigarettes After Sex: você precisa conhecer essa banda.

Sou formada em Artes Visuais, apaixonada por arte, música, livros e HQs. Editora nos blogs “Las Pretas” e “Sopa Alternativa”, também colaboro com o “Delirium Nerd” e “Blogueiras Negras”.

Deixe uma resposta