Especial 25 anos de The Smashing Pumpkins: Parte 2 – A era Siamese Dream

Categorias Música

Siamese Dream - Smashing Pumpkins

Esta é a segunda parte do especial de cinco posts comemorativos dos 25 anos do grupo de Rock Alternativo The Smashing Pumpkins. Apesar das brigas e instabilidades dos integrantes originais, a banda conseguiu se firmar no cenário alternativo e no mainstream com seu segundo álbum de estúdio Siamese Dream, a partir daí se tornaram conhecidos no mundo todo com músicas que entraram para história do rock.

Siamese Dream

Siamese Dream: O reconhecimento

Cansados de serem comparados com as outras bandas da época e de serem taxados de grunges (mesmo tendo contribuído com o single “Drown” para a trilha sonora do filme Vida de Solteiro (The Singles), que se passava na cena grunge de Seatlle.) e pressionados para lançar um álbum que tivesse tanto sucesso quanto Nevermind do Nirvana, Billy e cia. iniciaram o árduo processo de gravação de seu segundo álbum.

Em meio as escapadas de Jimmy para comprar drogas e as constantes brigas de James e D’arcy pelo rompimento do namoro, Billy se afundava em uma forte depressão, que o fez até cogitar o suicídio. Nesse clima, eles depositaram todas as suas esperanças na gravação do novo trabalho e se ele não trouxesse o retorno esperado o futuro da banda entraria em jogo.

Por causa de sua depressão, Billy resolveu fazer terapia para superar o seu bloqueio criativo e como a maior parte dos problemas incluía os outros membros da banda todos foram levados para a sala do terapeuta, essas sessões foram gravadas e disponibilizadas posteriormente. A maioria das composições das letras do álbum foram influenciadas por esse período.

Reza a lenda que Billy Corgan gravou todas as linhas de baixo e guitarra do álbum, já que D’arcy ainda não tinha habilidade para acompanhá-lo e James, às vezes, se recusava a gravar, isso nunca foi confirmado, mas Billy já se estabelecia, aos olhos da mídia, como um tirano perfeccionista e genioso.

Siamese Dream foi lançado em 27 de Julho de 1993 e mesclava as principais influências da banda, como o shoegaze, rock psicodélico, dreampop, heavy metal e pop rock dos anos 70. Billy lançou mão do overdubbing, mesclando várias camadas de guitarras com efeitos em uma mesma música, o que tornava algumas músicas dos Pumpkins quase impossíveis de serem tocadas ao vivo. As faixas alternavam períodos de suavidade com momentos mais pesados e agressivos.

Cherub Rock, o primeiro single a ser lançado, conseguiu a primeira indicação da banda ao Grammy, como melhor performance de Hard Rock e Rock Alternativo. Today, o segundo single lançado, teve seu vídeo exibido a exaustão pela MTV. Uma curiosidade sobre ele é que quando Billy era criança, viu um vendedor de sorvetes se demitir e jogar tudo para o alto, situação que inspirou o vídeo. Essa música entrou para a história dos Pumpkins e até hoje é lembrada como um dos símbolos dos anos 90, assim como Disarm, o terceiro single, canção catártica em que Billy expõe seus sentimentos e a sua conturbada relação com seu pai. O último single se chama Rocket e a festa das guitarras acontece nessa música, é quase uma overdose.

Siamese Dream conseguiu com êxito mesclar ótimas canções de Hard Rock, como Quiet, com melodias mais leves como Today e Luna, além de ser uma obra em que Billy conseguiu incluir aspectos de sua história pessoal, como em Spaceboy, música dedicada ao seu irmão deficiente ou em Soma, em que tema era a sua esposa na época. A própria capa do álbum faz referência a relações de irmãos e o título “Siamese Dream” é o que Billy queria construir no álbum, um lugar de sonhos em que as pessoas pudessem ser levadas para a terra da Pumpkinlândia.

Faixas do álbum Siamese Dream:

1 – Cherub Rock – 4:58
2 – Quiet – 3:41
3 – Today – 3:19
4 – Hummer – 6:57
5– Rocket – 4:06
6 – Disarm – 3:17
7 – Soma – 6:39
8 – Geek U.S.A. – 5:13
9 – Mayonaise – 5:49
10 – Spaceboy – 4:28
11 – Silverfuck – 8:43
12 – Sweet Sweet – 1:38
13 – Luna – 3:20

Pisces Iscariot: Lados-B e raridades

Com o sucesso de Siamese Dream o grupo lançou posteriormente a coletânea de lados-B e demos Pisces Iscariot, que reunia faixas que não entraram nos álbuns Gish e Siamese Dream. Ele superou o segundo álbum na sua estreia entrando em 4º lugar na lista da Billboard em vendagens de discos enquanto Siamese entrou em 10º na sua estreia.

Starla, é uma canção do álbum que tem uma história interessante: Ao conhecer uma garota em uma festa e perguntar o seu nome Billy achou que ela se chamasse “Starla” e adorou o nome, resolvendo fazer uma música em homenagem a graça da moça. Um tempo depois ao reencontrar a garota e mostrar a canção que tinha feito, ele recebeu o notícia de que ouvira o nome dela errado e que seu nome real era “Darla”, ficou o constrangimento e uma ótima música.

Nesse período também foi lançando Vieuphoria, uma compilação de vídeos contendo performances ao vivo em programas de TV e festivais, além de cenas de bastidores e as sessões de análise por quais a banda passou.

Faixas do álbum Pisces Iscariot:

1 – Soothe – 2:36
2 – Frail and Bedazzled – 3:17
3 – Plume – 3:37
4 – Whir – 4:10
5 – Blew Away – 3:32
6 – Pissant – 2:31
7 – Hello Kitty Kat – 4:32
8– Obscured – 5:22
9 – Landslide– 3:10
10 – Starla – 11:01
11 – Blue – 3:19
12 – A Girl Named Sandoz – 3:34
13 – La Dolly Vita – 4:16
14 – Spaced – 2:24

A banda conseguiu todo o reconhecimento desejado com esses trabalhos e se firmou como um dos artistas da década. Billy conseguiu se igualar ao Nevermind ao lançar Siamese Dream, mas para a sua ambição se tornar completa ainda faltava criar a obra prima de sua carreira.

Vídeos promocionais da era Siamese Dream:

Cherub Rock

Today

Disarm

Rocket

 

Sou formada em Artes Visuais, apaixonada por arte, música, livros e HQs. Comecei escrevendo sobre música e me apaixonei pela escrita.

Deixe uma resposta